Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

banner_SEMARH_consulta_publica.png

« Setembro 2018 »
Setembro
SeTeQuQuSeSaDo
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
Tag Cloud

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck requires Flash Player 9 or better.

 
» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2016 Fevereiro Rafael Brito assina contrato que dá início ao programa Juventude Empreendedora
19/02/2016 - 10h09m

Rafael Brito assina contrato que dá início ao programa Juventude Empreendedora

Cinco mil jovens alagoanos receberão cursos para se tornarem pequenos empresários

 Rafael Brito assina contrato que dá início ao programa Juventude Empreendedora

Projeto da Secretaria do Trabalho envolverá jovens da rede estadual em, pelo menos, 50% dos municípios.

O secretário de Estado do Trabalho e Emprego, Rafael Brito assinou contrato, nessa quarta-feira (17), dando início as atividades do Juventude Empreendedora em Alagoas. O programa visa dá oportunidade ao jovem se tornar dono do próprio negócio, ampliando as condições de crescimento na renda e na realização pessoal.

De acordo com o titular da pasta, no momento em que o país está vivendo uma crise econômica, o Estado disponibiliza um programa que vai oferecer oportunidade ao jovem, não só para ele ter uma ocupação, mas também para gerar novos empregos por meio de novos negócios.

“É uma ação que dialoga com a crise e com o desemprego e que coloca a juventude alagoana num novo caminho, através do empreendedorismo e da geração de emprego. Esse ano serão beneficiados 5 mil jovens de 18 a 29 anos, prioritariamente. Mas estamos estudando cotas para a participação de outras faixas etárias. Em 2017, a intenção é aumentar para 7.500 mil, com a criação de mil negócios”, afirmou Rafael.

Como responsável pelo programa, a Secretaria de Estado do Trabalho e Emprego vai convidar a Secretaria de Educação e as Prefeituras para envolver jovens da rede estadual de ensino e abranger pelo menos 50% dos municípios alagoanos. Para participar o ensino médio tem que estar concluído, porém, o programa é aberto a qualquer jovem que se interessar.

A gestora do projeto, Marta Ferreira, explica que os cursos serão ministrados em cinco módulos. Cada um com 20 horas. As aulas serão online, mas terão o suporte de um monitor presencial.

“Serão duas etapas. três mil jovens no primeiro semestre (até julho) e dois mil no segundo (começa em agosto). As aulas serão ministradas em telecentros montadas nas cidades. O projeto já foi executado com sucesso em Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará. Em Alagoas, não temos dúvida que também será bem-sucedido”, declarou.

Após a fase de seleção, os jovens vão participar de uma capacitação e qualificação em empreendedorismo. Em seguida, eles irão apresentar um plano de negócio de acordo com a realidade de cada um. Dez por cento desses planos de negócios serão escolhidos por uma comissão de profissionais habilitados.

“Cerca de 500 projetos mais viáveis receberão assistência técnica do Sebrae Empreendedor Individual (SEI)  e vão receber da Desenvolve - Agência de Fomento do Estado - um aporte financeiro entre R$ 800 e R$ 15 mil reais, de acordo com a necessidade do negócio”, explicou Rafael.

Recursos na ordem de R$ 2,2 milhões para implantação do programa Juventude Empreendedora em Alagoas foram aprovados pelo Conselho do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep), em 2015.

Ações do documento
banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg

banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

Portal da Transparência

relatorio_emprego_renda.png

Banner observatorio.jpg

procon.jpg