Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

banner_SEMARH_consulta_publica.png

« Setembro 2018 »
Setembro
SeTeQuQuSeSaDo
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
Tag Cloud

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck requires Flash Player 9 or better.

 
» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2015 Junho Trabalhadores rurais vão receber bolsa de R$ 520 e cursos profissionalizantes
09/06/2015 - 09h52m

Trabalhadores rurais vão receber bolsa de R$ 520 e cursos profissionalizantes

Ações do Programa Amigo Trabalhador atendem desempregados no período da entressafra e vão contemplar dois mil trabalhadores em Alagoas

Trabalhadores rurais vão receber bolsa de R$ 520 e cursos profissionalizantes

Além da bolsa, os trabalhadores terão acesso a cursos básicos de educação profissional e de alfabetização

Em virtude da entressafra do cultivo da cana-de-açúcar em Alagoas, os trabalhadores rurais desempregados que se encontrarem em situação de pobreza, serão atendidos pelo Programa Amigo Trabalhador. Além de uma bolsa no valor de R$ 520,00, eles terão acesso aos cursos básicos de educação profissional e de alfabetização.

As oficinas de capacitação e educação básica serão planejadas e acompanhadas pela Secretaria de Estado do Trabalho e Emprego. O órgão foi autorizado a executar os cursos pelo comitê gestor do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza – Fecoep.

As ações vão contemplar aproximadamente dois mil trabalhadores rurais da cana-de-açúcar residentes nos 49 municípios divididos em quatro polos: Norte, Vale do Mundaú, Litoral Sul e Vale do Paraíba.

Para participar das atividades educacionais e receber os recursos, os interessados devem procurar o Sindicato de Trabalhadores Rurais que atende a região e preencher um cadastro. O documento será submetido a uma avaliação para saber se a pessoa tem direito ou não.

O secretário do Trabalho Rafael Brito compreende as medidas como atenuantes frente aos efeitos do desemprego sazonal decorrente das entressafras do cultivo da cana-de-açúcar, mas explicou que há um planejamento para o próximo ano bem mais abrangente.

“A ideia é criar um projeto de qualificação mais amplo em algumas áreas, inclusive empreendedorismo. O propósito é que o trabalhador rural ganhe condições de geração de renda diferentes do plantio de cana”, afirmou.

Rafael ressaltou que essa proposta tem o apoio da Desenvolve, agência de fomento do Estado, que financiará os empreendimentos que eles queiram montar.

“Nós entendemos que é necessário avançar nas oportunidades de emprego dos trabalhadores rurais, por isso, vamos elaborar um projeto para que eles possam desenvolver habilidades que propiciem a inserção em outros mercados de trabalho”, declarou.

 

Ações do documento
banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg

banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

Portal da Transparência

relatorio_emprego_renda.png

Banner observatorio.jpg

procon.jpg