Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

banner_SEMARH_consulta_publica.png

« Dezembro 2018 »
Dezembro
SeTeQuQuSeSaDo
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31
Tag Cloud

WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck requires Flash Player 9 or better.

 
» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2015 Junho Empregador web facilita vida de empresas e trabalhadores que buscam benefício
25/06/2015 - 09h57m

Empregador web facilita vida de empresas e trabalhadores que buscam benefício

Curso com as novas modificações no sistema capacita gerentes da rede Sine em Alagoas

Empregador web facilita vida de empresas e trabalhadores que buscam benefício

Alterações deram agilidade ao processo.

O Ministério do Trabalho e Emprego promoveu algumas mudanças no sistema de requerimento ao seguro desemprego, denominado Empregador Web. As modificações facilitaram o trabalho das empresas, deram mais segurança ao processo e principalmente diminuíram o tempo de espera do trabalhador no guichê de qualquer posto do Sistema Nacional de Emprego – Sine.

A gerente estadual do seguro-desemprego da Secretaria de Estado do Trabalho e Emprego, Laíz Russo Duarte, participante do curso de capacitação junto ao Ministério do Trabalho, considerou as novas mudanças do sistema empregador web bastante positivas.  

Ela lembrou que antes havia um custo para o empregador, já que ele tinha a necessidade de adquirir as guias do requerimento do seguro desemprego (marrom e verde), entregar ao trabalhador  e uma demanda maior de tempo para digitar e conferir um a um.

“Como o requerimento vem todo preenchido pelo Empregador Web, nosso trabalho passou de digitar para chegar e ativar o pedido. O atendimento leva metade do tempo para executar o novo sistema e quem ganha com isso é o trabalhador”, afirmou a gerente.

O processo

Quando o trabalhador é demitido da empresa tem direito ao seguro desemprego, caso se enquadre nas novas regras aprovadas recentemente pelo governo federal. Em caso positivo, a empresa entra no sistema do empregador web, preenche o requerimento, lança no sistema e imprime duas guias que são entregues ao trabalhador.

Laiz Duarte ressaltou que todas as informações que o empregador coloca sobre o empregado no requerimento são enviadas automaticamente ao sistema do Sine e do Ministério do Trabalho.

“Isso dificulta a adulteração de documentos e oferece um maior controle sobre o processo. Tanto a empresa tem a noção de quantos requerimentos foram gerados e o Ministério do Trabalho tem mais segurança de quem está gerando os documentos. Outra facilidade é que em caso de extravio das guias, o Sine pode acessar o requerimento original usando o PIS do trabalhador”, frisou a gerente do seguro-desemprego.

Ações do documento
banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg

banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg
null

Portal da Transparência

relatorio_emprego_renda.png

Banner observatorio.jpg

procon.jpg